A vida de Karl Lagerfeld

Karl Otto Lagerfeldt é considerado um dos homens mais influentes do mundo da moda atualmente. Sempre apaixonado por moda, história da arte, a sua história teve início em 1933, na Alemanha.

Ainda muito jovem assistiu seu primeiro desfile de moda e a paixão pelas roupas, pelo glamour e o estilo de vida foi instantâneo. Lagerfeld começou a se entregar à moda e em 1955 ganhou uma competição organizada pela International Woll Secretariat. Sua vitória lhe rendeu um emprego de assistente para o estilista Pierre Balmain e mais tarde foi contratado pelo Jean Patou, onde sua primeira coleção foi exposta ao público. Infelizmente, a coleção não agradou e o designer recebeu duras críticas.

Com a carreira em ascensão Karl começou a atuar em diferentes grifes ao mesmo tempo e assim ele colocou a Fendi na liderança do setor e começou a desenhar para Casa Chloé. Em seu livro “Karl” de Paul Sahner, Lagerfeld afirmou ser um “camaleão da moda” e que consegue trabalhar em diferentes projetos tranquilamente.

Em 1971, com a morte de Coco Chanel, a marca estava passando por dificuldades com as novas coleções. Até que, em 1983, o presidente da Chanel Alain Wertheimer convidou Karl Lagerfeld para ser o diretor criativo e estilista da grife. Seu desejo sempre foi perpetuar o estilo criado pela estilista fundadora da grife. Assim, Lagerfeld que já era conhecido no ramo da moda, ganhou destaque internacionalmente.

Atualmente, já consagrado como estilista, Karl continua a desenhar para a Chanel, Fendi e possui sua própria marca, que possui itens de alta costura, acessórios e perfumes. Além disso, ele possui também uma editora, livraria e um museu particular de coleção de mobiliário.